Anuncio 2

Colapsar

Anuncio

Colapsar
No hay anuncio todavía.

EL PROYECTO ESPACIAL BRASILEÑO

Colapsar
X
 
  • Filtrar
  • Tiempo
  • Mostrar
Limpiar Todo
nuevos mensajes

  • #46
    Salve, caro Lobo.
    Eu li que as obras no CLA estão interrompidas por uma disputa judicial entre as empresas que concorrem na licitação.
    Cada uma tentando embargar a proposta da outra.
    Enquanto isso ...

    Comentario


    • #47
      Originalmente publicado por Marino Ver Mensaje
      Salve, caro Lobo.
      Eu li que as obras no CLA estão interrompidas por uma disputa judicial entre as empresas que concorrem na licitação.
      Cada uma tentando embargar a proposta da outra.
      Enquanto isso ...
      Prezado Marino,
      Obrigado pela sua atenção e pelas informações, as quais nos fazem lembrar da triste realidade de nosso país, pois é lamentável que esse tipo de coisa ocorra. Infelizmente no Brasil a nossa classe empresarial pensa somente no lucro (para aqueles que analisam ameaças e riscos esta aí a dica) e geralmente vê nas oportunidades criadas pelo Estado através da execução das obras públicas apenas como uma possibilidade de ganhar dinheiro desconsiderando totalmente os objetivos dessas obras, pois o interesse da sociedade é totalmente desconsiderado, chegando a muitas vezes até a inviabilizar boas iniciativas dos governos. Contudo o sistema de licitação pública é ainda o único instrumento capaz de garantir algum controle da sociedade sobre os investimentos realizados pelo Estado, ainda que talvez merecesse sofrer algum tipo de modificação a fim de garantir maior agilidade aos agentes estatais. No caso das obras do CLA, entendo (embora não seja advogado nem mesmo especialista no assunto) que poderia ter havido uma dispensa de licitação tendo em vista o caráter estratégico da obra e as suas especificidades, o que por si só já constituiria em um obstáculo para a execução da licitação em função da proposta técnica ter um peso maior do que a proposta de preço a ser apresentada pelas empresas participantes. Muito embora o governo deve ter tido lá suas razões para encaminhar dessa forma (talvez tentando baratear a obra para que ela se ajustase no orçamento previsto, embora às vezes o barato saia caro). O lado bom é que parece existir vontade política, o jeito é mantermos as esperanças.
      Deve, pois, um príncipe não ter outro objetivo nem outro pensamento, nem tomar qualquer outra coisa por fazer, senão a guerra e a sua organização e disciplina, pois que é essa a única arte que compete a quem comanda. (Machiavelli)

      Comentario

      Trabajando...
      X